logosenecefinal

Ceará delibera paralisação da enfermagem marcada para 21 de setembro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Na amanhã desta quarta (14), profissionais da enfermagem voltaram a se manifestar em ato público para uma assembleia geral que decidiu aderir à paralisação nacional organizada pelas entidades representativas em todo o país.

Sindicalistas, trabalhadores da enfermagem e apoiadores se concentraram na Praça da Bandeira e saíram em caminhada pelas ruas do Centro de Fortaleza. Centenas de pessoas aderiram ao movimento com palavras de ordem e pedidos por mais valorização.

A categoria dos enfermeiros do Ceará, que já está em estado de greve, condição que apenas dá um alerta ao movimento de greve, segue uma articulação nacional pela derrubada da decisão de suspensão do STF da Lei 14.434/2022, que institui o piso salarial da enfermagem

A decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou, em caráter liminar, a suspensão do piso salarial para profissionais da enfermagem foi criticada pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco e Arthur Lira da Câmara Federal. Diversos parlamentares também se manifestaram contra a suspensão.

Para o dia 21 de setembro, a paralisação de 24 horas será organizada estrategicamente pelas entidades para não prejudicar a população. Logo pela manhã, uma caminhada está marcada para acontecer na Avenida Aguanambi, frente ao Hospital Antônio Prudente. Outros atos também serão organizados pelo interior do estado.

 

Últimas Notícias