logosenecefinal

Dirigentes sindicais debatem estruturação da MENPSUS no Ceará

 

 

Na tarde desta quinta-feira, 8/3, o Departamento Intersindical  de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) reuniu dirigentes sindicais, na sede do Sindicato dos Enfermeiros do Ceará (Senece), para apresentar um novo modelo de estruturação da Mesa de Negociação Permanente do SUS (MENPSUS) 

Durante o encontro, dirigentes do Sindiodonto/Ce, Cleyton Martins e Dalmiro Oliveira, do Sindicato dos Bancários do Ceará, Antônio Marcos, do Sindicato dos Assistentes Sociais do Ceará, Eugenia Maria da Costa, do Sindisaúde/Ce, Messias Carlos de Sousa, e do Sindicato dos Enfermeiros do Ceará, Telma Cordeiro, discutiram questões para uma maior regularização dos sindicatos e mais resolutividade nas pautas das negociações coletivas da base sindical na MENPSUS/Ce no estado.

 

 

A precarização das relações de trabalho, o Plano de Cargo Carreira e Salários (PCCS), o teto salarial dos servidores de nível médio e superior e o redirecionamento de estudos para outras esferas não governamentais, como a contratação de consultorias particulares para análise e estudo da situação que rege a complexibilidade dos contratos celetistas e estatuários, também foram pautas de discussão dentro da perspectiva de negociação na MENPSUS/Ce.

Os dirigentes entraram em consenso sobre a morosidade nos avanços das demandas dos trabalhadores no âmbito do SUS. Para Cleyton Martins do Sindiodonto, concentrar as principais demandas das categorias dentro da esfera da Mesa, enfraquecem as mobilizações de rua. Na conjuntura de crise sindical é preciso manter a base ativa. A representante do Sindicato dos Assistentes Sociais, Eugenia da Costa, questionou os estudos avaliativos que reduzem o teto salarial dos servidores. Já a presidente do Senece, Telma Cordeiro, interrogou sobre a legitimidade do papel da Mesa e a falta de resolutividade, reduzindo a atuação da Mesa.

O assessor técnico do DIESSE, Nelson Karan, explicou que a proposta inicial de um novo indicativo de trabalho é realizar um avaliativo de 7 unidades hospitalares, que será estruturado dentro da MENPSUS com a participação dos trabalhadores e técnicos da Sesa. “A MENPSUS desempenha um papel importante na mediação entre trabalhadores e gestores. Fomentar nova estruturação de trabalho, trará uma atuação mais participativa.” Avaliou.

Após o debate, ficou firmado uma maior participação dos integrantes, gerando perspectivas positivas. 

 

Entenda a MENPSUS

As Mesas de Negociação Permanente do SUS (MENPSUS) são fóruns paritários de negociação, compostas por gestores públicos, prestadores de serviços privados da saúde e entidades sindicais representativas da classe trabalhadora. As Mesas têm como objetivo geral a democratização das relações de trabalho na saúde, instituindo processos negociais de caráter permanente para tratar conflitos e demandas decorrentes das relações de trabalho, contribuindo para o efetivo funcionamento do SUS, com vistas ao acesso universal, igualitário, humanizado, ordenado e de qualidade às ações e serviços de saúde.

Últimas Notícias