logosenecefinal

Entidades sindicais reagem com ato contra a reforma da Previdência de Fortaleza

 

Em protesto à reforma da Previdência de Fortaleza, entidades sindicais reagem com ato no Paço Municipal. O movimento surge após a aprovação, na última quarta (10), por 31 votos a 9, na Câmara Municipal, das primeiras mudanças para adequar a Lei Orgânica da Cidade às novas regras da Reforma da Previdência Social.

Nesta quinta (11), representantes sindicais se concentraram no Centro de Fortaleza. O Sindicato dos Enfermeiros do Ceará participou do ato representando a categoria dos enfermeiros. A diretoria reforça que a aprovação foi mais uma manobra de retirada de direitos em um cenário de precarização do funcionalismo público.

O movimento faz um alerta ainda para o projeto da reforma administrativa que, nesta semana, começou a tramitar, na Câmara dos Deputados, e já chegou à Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania (CCJ). Caso seja aprovada, causará um impacto de desestruturação nas estatais nos estados e nos municípios em todo o país.

A presidente do sindicato, Anísia Ferreira, esclarece que os parlamentares que votaram a favor da reforma, em Fortaleza, sinalizam um alinhamento favorável ao Governo Federal que vem cometendo atrocidades à classe de trabalhadores. “A falta de governança com pautas trabalhistas provocará retiradas irreversíveis no mundo trabalho. Com a reforma administrativa, o governo promoverá fusões e desestatizações de fundações, empresas e sociedades de economia mista. O que queremos é garantir um serviço público de qualidade para servidores e a população”.

Uma comitiva sindicalista foi recebida por um representante da gestão e ficou marcado um novo ato na segunda-feira (15) no Paço Municipal. Está previsto uma assembleia unificada com todas as categorias no local para debater estado de greve, até que o prefeito Sarto abra o diálogo com as entidades.  

Reaja você também??

Últimas Notícias