logosenecefinal

#Nota de Repúdio | Violência contra a enfermeira do HIAS

 

O Sindicato dos Enfermeiros do Ceará se junta a outras instituições para repudiar a violência sofrida pela enfermeira Joana Raissa Guedes Barreto no seu local de trabalho, no Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), por uma mãe de uma criança que ocupava um leito da enfermaria.

No momento da agressão, a enfermeira pedia à mãe o cumprimento das normas de segurança e de silêncio para o bem-estar de outras crianças, quando a mesma já se encontrava alterada e a agrediu com intensidade.

A diretoria coloca à disposição da profissional a assessoria jurídica do sindicato para que seja aberta uma investigação dos fatos para a identificação da agressora. Pedimos ainda que o HIAS se posicione quanto ao caso e apure a violência acometida por uma enfermeira, mulher e trabalhadora, que exercia com excelência seu oficio no cuidado e na assistência dos pacientes do Hospital.  

 

 

Últimas Notícias