logosenecefinal

Enfermeiros param atividades no HGF, nesta terça-feira (16)

 

 

Foto: Arquivo ‪#‎Senece‬ do movimento das paralisações de atividades que iniciaram no dia 23 de julho de 2015 e hoje é retomado por falta de solução para as reivindicações dos trabalhadores da saúde em Fortaleza.

 

As categorias dos profissionais de nível superior da saúde do estado do Ceará decidiram decretar estado de greve e retomam as paralisações de atividades nas unidades de saúde. O protesto reage contra o cenário de precarização do trabalho e falta de diálogo com o governador Camilo Santana.

 

Os profissionais realizam um ato público nesta terça-feira, 16, em frente ao Hospital HGF. A decisão foi tomada, em assembleia, após tentativas frustrantes de negociação com o Governo do Estado pela pauta de reivindicações dos trabalhadores. As paralisações de atividades iniciaram dia 23 de julho de 2015 e segue até hoje sem uma solução.

 

Um fórum com nove sindicatos das categorias dos enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas, assistentes sociais, psicólogos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, veterinários e odontólogos foi formado para impulsionar o movimento dos trabalhadores e lutar pela melhoria do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), das condições de trabalho e pela realização do concurso público. As classes agora se unem novamente contra as péssimas condições que se encontram a saúde do estado do Ceará, em níveis insustentáveis.

 

O movimento reivindica o aumento do salário base (ref. 101) em 172%; a manutenção de todas as gratificações; a garantia de que nenhum servidor tenha perda salarial; a realização de concurso público para servidores estatutários, diminuindo o repasse de verbas públicas para terceirização de servidores e, consecutivamente, a diminuição da precarização do trabalhador da saúde no estado do Ceará.

 

Paralisação
Data: 16 de fevereiro
Horário: Às 9 horas
Local: Hospital Geral de Fortaleza (HGF)

 

Últimas Notícias