logosenecefinal

#SaúdeDasMulheres| Vice-presidente do Senece abre as atividades da 1ª Conferência de Saúde das Mulheres em Madalena

 

Após 30 anos, atores do controle social quebram o silêncio e promovem a 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres. Conselhos de Saúde de todo o país estão realizando as etapas estaduais da Conferência Nacional de Saúde das Mulheres. No Ceará, cerca de 30 municípios vão aderir ao chamado do Conselho Nacional de Saúde e realizar a 1ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres no Ceará. O objetivo é chamar atenção para se discutir, dentro de uma arena de luta específica da Mulher, a defesa dos direitos e a problemática envolvente no entorno da luta feminina no Brasil. 

 

 

A primeira Conferência de Saúde das Mulheres ocorreu em 1986, mesmo com uma luta feminina no país que ainda trava desafios e retrocessos, a Conferência ainda não havia sido retomada. As Conferências devem ocorrer a cada quartro anos e tem o poder deliberativo em propor, por meio da participação do governo e da sociedade civil, uma carta de propostas com prioridades para o segmento da política pública de cada vertente abordada para os próximos anos. A Carta Proposta é um indicativo, direcionada ao governo sobre as demandas e necessidades da sociedade dentro daquele segmento.

A vice-presidente do Senece, Anísia Ferreira, abriu as atividades da Conferência de Saúde das Mulheres no município de Madalena. Com a palestra “A Mulher e a Participação Social”, Anísia provocou uma reflexão sobre a responsabilidade que cada um tem sobre as questões que envolvem uma apropriação maior da mulher na sociedade. ” Algumas lutas já travadas em décadas passadas, ainda são norte de ensejo pela luta feminina no Brasil. Há tempos lutamos contra a violência, pela legalização do aborto, pelas reivindicações ligadas ao trabalho e por uma maior inserção da mulher na política. Bandeiras inseridas ainda hoje na conjuntura atual da luta pelos direitos da Mulher. Isso demostra ainda pouco avanço e alguns retrocessos. O momento não é de tecer elogios e nem de referenciar poucas conquistas, mas de analisarmos no que precisamos avançar e provocar a responsabilidade de políticos, gestores e sociedade para a defesa dos direitos femininos no país”. Defendeu.

 

 

O Conselho Estadual de Saúde do Ceará (Cesau) irá realizar a 1ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres nos dias 28 e 29 de junho, em Fortaleza. O tema central é “Saúde das mulheres: Desafios para a integralidade com equidade”. O evento promete reunir as principais lideranças do movimento da luta feminina no estado, o governo e a sociedade civil. Acesse o link: http://www.cesau.ce.gov.br/

Últimas Notícias