logosenecefinal

Uma multidão de apoiadores marcou presença ao ato da paralisação nacional da enfermagem de 24 horas, que mobilizou profissionais do Ceará e de todo o país

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O Ceará foi um dos 12 estados que aderiram ao movimento de paralisação nacional articulado pela Federação Nacional da Enfermagem (FNE) em protesto pela suspensão do piso salarial pelo STF.

O Sindicato dos Enfermeiros do Ceará  atendeu à convocação da FNE para uma paralisação de 24 horas das atividades para chamar atenção da suspensão do piso salarial. Uma conquista recente da categoria que teve o piso sancionada pela Lei nº 14.434/2022.

Em Fortaleza, os atos aconteceram nos hospitais Unimed, Antônio Prudente e IJF. No interior do estado, cidades registraram atos públicos pelo fortalecimento do movimento.

As manifestações em apoio ao chamamento nacional devem ocorrer de forma passiva em 24 horas. Após a conclusão da paralisação, um balanço será feito, em Brasília, pelos organizadores do movimento.

A proposta é dar continuidade à articulação para manter a base mobilizada.

 

Últimas Notícias